Jacarezinho: população reclama do atendimento do Pronto Socorro e diz que a saúde na cidade está na “UTI”

352

A saúde na cidade de Jacarezinho parece que anda meio capenga, mas ultimamente a população Jacarezinhense e da região reclama que o estado é terminal e o Pronto Socorro Municipal está na UTI, prestes a falecer!

Na quarta-feira, dia 22, a situação se complicou ainda mias com muita gente esperando por até quatro horas para serem atendida, teve até pacientes que chegaram a desmaiar, outros choravam de dor e até uma paciente que foi trazida pelo SAMU, em situação de emergência, chegou a passar mal, na fila de espera.

É preciso que a prefeitura estruture melhor os horários de plantões de médicos e enfermeiros, faça a reposição de medicamentos e cobre se for o caso, do Governo Estadual e Federal, a parte que lhes cabe de investimento no setor de saúde da cidade.

Não tem cabimento as pessoas ficarem até quatro horas para serem atendidas, ninguém procura atendimento no pronto socorro, se não for urgente, pois se for por causa de uma consulta ou gripe, vai na rede básica ou na farmácia mesmo.

Ninguém enfrentaria uma fila enorme, só para bater o cartão de ponto no PS de Jacarezinho. É preciso que o prefeito tome providências urgentes para remediar a situação e depois, com calma, reveja o sistema de atendimento do PS.

Pois se tem gente indo atrás de consultas e outros atendimentos não emergenciais, que se crie um sistema de triagem, encaminhando cada caso para o setor competente e assim, fazendo com que pelo menos a população não sofra mais do que com os seus problemas de saúde, enfrentando filas enormes, médicos que faltam ou se atrasam.

Nossa equipe vai entrar em contato com o prefeito e cobrar providências urgentes, para evitar que alguém acabe perdendo a vida, por falta de atendimento. É preciso que os políticos tirem a saúde da UTI, para que a população não pereça dentro dela!